Simulação grátis

Lorem ipsum dolor Lorem ipsum dolor Lorem ipsum dolor Lorem ipsum dolor

    EnergyCon

    BlogPortugal não deverá atingir as metas de renováveis para 2020

    Portugal não deverá atingir as metas de renováveis para 2020

    APREN admite que metas de renováveis só serão cumpridas em 2021 ou 2022.

    Metas de renováveis – Ficou acordado com Bruxelas que em 2020 31% da energia consumida em Portugal deverá provir de fontes de produção renovável. Enquanto isso, para 2030 este número sobe para 47%, face aos atuais 28%.

    Na ocasião, foram definidos grupos com percentuais estabelecidos para o aumento de quotas de renováveis. A Irlanda, França, Holanda, Polónia, Luxemburgo e Reino Unido aparecem no pelotão da lista. Como resultado, estes países têm de aumentar em mais de quatro pontos percentuais as suas quotas. Já Portugal faz parte do 2 grupo, que precisa de crescer entre dois e quatro pontos.

    Contudo, numa análise aos progressos dos vários Estados-Membros da União Europeia, o Tribunal de Contas Europeu (TCE) concluiu que cumprir as metas estabelecidas até 2020, seria um “desafio significativo”.

    APREN diz que “ritmo de instalação de centrais renováveis é insuficiente” para chegar a 60% de eletricidade renovável no consumo nacional.

    Dos 19,5% atingidos em 2005, Portugal saltou para 28,1%. Ainda aquém dos 31% com que se comprometeu com Bruxelas.

    A Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN), não se prevê possível atingir a meta de renovável para 2020. Sendo expectável que essa meta só venha a ser atingida em 2021 ou mesmo 2022”.

    Mais informações.

    ×

    EnergyCon

    × Precisa de ajuda?